Maternidade

Diário do Bebê – Primeiro Trimestre

Olá, povo…

Venho aqui compartilhar com vocês [principalmente para as mamães e futuras mamães] como foram esses três primeiros meses com o pequeno Heitor.

Como mãe de primeira viagem coloquei muitas expectativas em tudo, mas confesso que tava bem corajosa e guerreira pra enfrentar essa novidade que tinha acabado de chegar na minha vida ♥

O primeiro mês foi sem sombra de duvidas o mais complicado e difícil pra gente, a fase de adaptação tanto pra mim quanto pra o pequeno parecia que nunca ia ter fim, sem contar nas malditas cólicas que chegaram com tudo na vida do meu Neninho e tirou bastante do nosso sossego. Heitor foi o recém-nascido bem agitado, desde a maternidade dormia poucas horas e chorava grande parte do tempo [4 meses se passaram e não mudou muita coisa não visse =/]. Passamos grande parte do primeiro mês trocando o dia pela noite, em meio a remédios para cólica e muitos pacotes de fralda, era meu milagre, mas pra primeira impressão kkkkk não foi nada fácil.

Passado a tempestade, es que chega o segundo mês e com ele muitas coisas foram embora [graças ao bom Deus \o/], cólica adeus, ficar acordado a noite também não era mais nossa realidade, meu hominho tava um rapaz e só trouxe alegria nesse segundo mês de vida, começou a soltar sorrisos, a falar “angu”, “aaah”, e nos olhar nos olhos. [Mas nem só de maravilhas vivem os homens, certo? Certo!]  Toda mãe sabe que chega os dois meses do bebê e eles não tem como escapar daquela vacina, aquela que todas as mães temem, a da reação sabe?! Então, o neguinho tomou essa bendita, foi luta viu, mas ao menos durou pouco o sofrimento do pequeno. Sono ok, cólica foram embora, e a mamãe podia descansar mais \o, foi um mês relativamente bom, pena que acabou.

Chega o terceiro mês e com ele vem os picos de crescimento [pra quem não sabe do que se trata, vou deixar uns links sobre o assunto], e com ele muda tuuuuuuuuudo, tudo mesmo. Heitor mudou toda uma rotina que eu achava que já existia, dorme tarde, acorda tarde, não dorme mais a tarde e deixa a mãe igual um zumbi [valeu, Gabriel]. Dizem que existe a crise dos três meses, bem se ela existe chegou chegando aqui viu. Além de dormir tarde ele passou a mamar mais a noite, acorda de hora em hora pra comer, em compensação durante o dia a pessoinha tem que ser forçada a comer porque senão… –‘

Em resumo, o primeiro semestre pós parto é realmente para adaptação, tanto sua quanto do bebê, é fase de vocês se conhecerem de fato, organizar uma rotina que se encaixe nas necessidades dos dois. No mais, curta cada momento, cada choro, cada riso do seu bebê, pois passa muito rápido e no final só sobra pra nós como mães a saudade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s